Ministério Educativo Visão de Águias

Ministério Educativo Visão de Águias

dezembro 13, 2017

32ª Lição Discipulado Conforme o Coração de Deus.

20º capítulo = A Autoridade Oficial Imposta Por Deus.


Davi era uma pessoa comum, filho de pastores de ovelhas e trabalhou nesta humilde posição enquanto era novo. Mas Davi, quando era jovem adolescente o pai dele dava mais e mais responsabilidades para ele e aos poucos Davi aprendeu a ser íntegro diante de seu pai. A história nos mostra que ele tornou-se íntegro em sua conduta diante de Deus também. Era humano igual você e eu, e ele teve que aprender em cada situação buscar a Deus em primeiro lugar. No relato de sua vida lemos apenas uma única vez que Deus chama sua atenção sobre um erro grave que ele cometeu. E, este um erro levou a vários outros, e se não houvesse tido conserto; isto o levaria a ruína total.
Conserto = con.ser.to (ê) sm (lat consertu) 1 Ação ou efeito de consertar. 2 Remendo, reparação.
Deus confrontou a Davi, e ele teve duas opções.

1º = admitir e confessar seu ato, para poder ser purificado por Deus.
2º = ele podia ter seguido seu caminho e aguentando as consequências.

Davi aprendeu a ser segundo o coração de Deus, ele não nasceu assim. Buscar concerto diante de Deus é uma das coisas que nos qualificam a ser conforme o coração de Deus. Vemos em sua jornada que Davi fazia questão de honrar a Deus com todas as suas ações como Rei, e servir a Ele como tal. Davi se humilhou e deixou a transgressão e alcançou misericórdia diante de Deus. Em Provérbios nos é dito que: “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.” 

Pr. 28:13. Salomão escreveu estes provérbios e ele aprendeu isto com o ensino de seu pai que lhe educou nos caminhos de seu Deus. Deus deu sabedoria e entendimento a ele. Mas, vemos que Deus sempre ensina uma criança através dos pais dele, em primeiro lugar. Davi também andou nos estatutos de Deus; porém Salomão fez isto até certo ponto. Salomão pediu sabedoria a Deus, porém não tinha maturidade de saber lidar com isto; tão pouco como por em prática todo este conhecimento que ele recebeu. Se, Salomão tivesse continuado desta feita na presença de Deus com certeza teria aprendido a ser fiel até ao fim. Deus usa muitos meios de ensinar uma pessoa; e uma delas são os pais. 

Eu pessoalmente creio que Davi alcançou favor e misericórdia diante de Deus, pelo fato que quando o profeta Natã veio falar com ele, Davi se humilhou e consertou-se sinceramente diante de Deus. Como diz o ditado: “Davi se enxergou”, e quando ele se deu conta o que havia feito, ele lamentou o erro e se consertou. Notamos que quando o profeta Natã foi enviado para confrontar a Davi, Natã sendo usado por Deus disse: Tu és este homem. E se aplica nitidamente o verso que citamos acima: O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia. Davi poderia ter encoberto o que ele fez por mais tempo; mas, Deus veio confrontar ele, e dar-lhe uma oportunidade de conserto. Cada ser humano ganha esta oportunidade para o conserto.

Vamos ler a passagem: “E O SENHOR enviou Natã a Davi; e, apresentando-se ele a Davi, disse-lhe: Havia numa cidade dois homens, um rico e outro pobre. O rico possuía muitíssimas ovelhas e vacas. Mas o pobre não tinha coisa nenhuma, senão uma pequena cordeira que comprara e criara; e ela tinha crescido com ele e com seus filhos; do seu bocado comia, e do seu copo bebia, e dormia em seu regaço, e a tinha como filha. E, vindo um viajante ao homem rico, deixou este de tomar das suas ovelhas e das suas vacas para assar para o viajante que viera a ele; e tomou a cordeira do homem pobre, e a preparou para o homem que viera a ele. Então o furor de Davi se acendeu em grande maneira contra aquele homem, e disse a Natã: Vive o Senhor, que digno de morte é o homem que fez isso. E pela cordeira tornará a dar o quadruplicado, porque fez tal coisa, e porque não se compadeceu. Então disse Natã a Davi: Tu és este homem. Assim diz o Senhor Deus de Israel: Eu te ungi rei sobre Israel, e eu te livrei das mãos de Saul. E te dei a casa de teu senhor, e as mulheres de teu senhor em teu seio, e também te dei a casa de Israel e de Judá, e, se isto é pouco, mais te acrescentaria tais e tais coisas. Porque, pois, desprezaste a palavra do Senhor, fazendo o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, feriste à espada, e a sua mulher tomaste por tua mulher; e a ele mataste com a espada dos filhos de Amom. Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste, e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para ser tua mulher. Assim diz o Senhor: Eis que suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol. Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei este negócio perante todo o Israel e perante o sol.”

Vemos que Davi nesta hora agiu humanamente como todos iriam reagir, quando em nossa mente a sentença é contra outrem temos imediatamente a sentença pronta. Mas, o profeta vira e diz este homem é você; ai nesta hora o cenário virou de figura. Davi foi encostado contra a parede com seu próprio julgamento. 

Agora te pergunto: “Quantas vezes eu e você reagimos da igual forma?” (2 Sm. 12:1-12). Deus confrontou a Davi com o primeiro erro e pecado e todos os restantes que eram consequência deste primeiro também. Deus deu uma oportunidade para Davi se consertar. Deus dá a mesma oportunidade para todo ser humano; uma ocasião oportuna para o conserto. Porém, Deus deixou bem claro que existem consequências quando pecamos, e temos que arcar com elas. Deus perdoou Davi, mas ele teve que arcar com o fato que agora dali para frente a sentença de Deus era:

Porque, pois, desprezaste a palavra do Senhor, fazendo o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, feriste à espada, e a sua mulher tomaste por tua mulher; e a ele mataste com a espada dos filhos de Amom. = Deus questiona o fato porque Davi havia desprezado a palavra do Senhor. Penso muitas vezes quantas vezes Deus deve estar falando conosco da mesma forma, e quantos de nós de fato presta atenção nisto?

Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste, e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para ser tua mulher. Assim diz o Senhor: Eis que suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol. Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei este negócio perante todo o Israel e perante o sol.

Resultado do concerto diante de Deus.
Davi se consertou e isto era o que foi lhe atribuído como sendo conforme o coração de Deus, porque Davi amava a Deus e tinha um zelo de servi-lo de todo coração. Davi se concertou, e ele nunca se rebelou contra Deus após ter sido confrontado, pelo contrário, buscou de Deus o conserto. Em seu Salmo didático Etã descreve a promessa do reino messiânico a Davi. Sl. 89:20 “Encontrei a Davi, meu servo; com meu santo óleo o ungi”. Liderança íntegra conforme o coração de Deus é aquela sobre a qual Deus declara: com meu santo óleo a ungi. O apóstolo Paulo nos diz que somos embaixadores de Cristo aqui na terra. 2 Co. 5:20 - “De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus.”  A todo embaixador do reino de Deus é dado a mesma unção que a igreja recebeu no início em Pentecostes. Agora muitos recebem a benção, a vida eterna e também o fato que devem fazer a obra de Deus; porém existem os igual Salomão, buscam a unção para adaptar isto da forma como creem ser correto.

A Igreja de Cristo aqui na terra recebeu de Jesus a autoridade oficial imposta por Deus.

Como tem sido teu ministério de embaixador? Você tem representado dignamente o Reino de Deus através de sua vida? Qual tem sido a mensagem que o mundo lê ao olhar para sua vida sobre o reino que você representa? Será que o Santo óleo de Deus tem fluído através de você para os corações sedentos do amor de Deus? Será que sua vida descreve o reino de Deus? O povo reconhece através de sua conduta qual reino você representa? Você crê que Deus te daria a mesma descrição que deu à Davi ao avaliar sua vida e ministério? Na hora quando Deus buscou a você Ele pôde falar de você como disse de Davi? Davi de forma geral obedecia a Deus em tudo. Sim, teve época que Davi errou com certeza, e todos nós erramos; pelo fato de sermos humanos decaídos da graça de Deus, erramos. 

Mas, Davi fez uma decisão em sua vida, de honrar a Deus com suas ações e decisões. Mesmo antes de ser rei, ele era conhecido por Deus como um homem segundo o coração de Deus. E o que vem a ser isto, você sabe? Em Atos 13:22 lemos que Deus deu testemunho de Davi dizendo: “E, quando este foi retirado, levantou-lhes como rei a Davi, ao qual também deu testemunho, e disse: Achei a Davi, filho de Jessé, homem conforme o meu coração, que executará toda a minha vontade”.  Será que eu e você somos uma pessoa destas que também executam toda a vontade de Deus? Ou será que apenas fazemos a vontade de Deus apenas quando está de acordo com o que nos sentimos bem?

No livro de 1ª Samuel capítulo treze em diante tem o relato como Deus usa seu profeta para escolher a Davi, para o trono de Israel, e o motivo deste episódio todo. Nos capítulos anteriores fala sobre o reinado de Saul e como Deus o impôs como rei. Saul era rei de Israel na época e ele tinha suas virtudes e de fato era um bom líder, mas ele não correspondeu com a expectativa do coração de Deus. 

Até certa altura Saul reinava e Deus não o repreendeu; até que quando ele tomou a liderança em suas próprias mãos. Cada um de nós ao ser escolhido tem a responsabilidade de corresponder com seu superior, que nos intitulou como líder. A liderança é aprovada por Deus quando ela é dirigida sob a conduta Divina. Davi tinha um almejo de alcançar a estatura de líder íntegro de acordo com o coração de Deus; e sua vida demonstra isto. Davi se esforçava desde pequeno para manter-se puro diante de Deus em seu coração. O ser humano colhe o que ele semeia, baseado neste fato afirmo que Davi se esforçava para ser conforme o coração de Deus. 

No Salmo 119 verso 9, o salmista descreve o seu anelo de ter um coração puro, e ele nos dá a resposta que ele encontrou. Davi também era assim. De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Esta pureza da qual ele fala edifica no coração a integridade em que ele se conduzia diante de Deus. O Salmo 119 não foi escrito por Davi, mas lemos algo ainda mais profundo no Salmo 139 onde ele pede para Deus sondar o coração dele. O coração de Davi tinha um anelo de ser conforme o coração de Deus. Foi por esta razão que Deus disse: “Encontrei a Davi, meu servo; com meu santo óleo o ungi”. Isto não significa que Deus estava procurando por ele e então o encontrou. Significa que ele pode constatar que este seu filho estava vivendo e andando conduzindo-se conforme Deus esperava dele. Digo isto, pois em Samuel vemos descrito que Deus diz o seguinte sobre Davi: “... O Senhor buscou para si um homem que lhe agrada e já lhe ordenou que seja príncipe sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o Senhor ordenou” – 1 Sm. 13:14.

Deus busca para si pessoas que lhe agradam, e aí me surge a seguinte pergunta: Como você crê que você seria avaliado? Seria conforme Davi foi descrito: “O Senhor buscou para si um homem que lhe agrada”. Ou como Saul sobre quem Deus disse: “Procedeste nesciamente, e não guardaste o mandamento que o Senhor teu Deus te ordenou; Porém agora não subsistirá o teu reino”. O que será Deus fala quando nos avalia? Devemos pensar e meditar seriamente sobre isto. A quem estamos de fato servindo? Nosso ego? Servimos ao ser humano ou ao nosso Deus?

Davi ainda era jovem, mas Deus já o chama de “um homem”, e Deus o ordenou que fosse príncipe sobre o seu povo. Para nós muitas vezes a pessoa ainda é considerada jovem demais para o serviço. Realmente Davi era jovem demais. Deus o treinou durante muitos anos; pois Davi só assumiu o trono de Israel após a morte do rei Saul. 

Vemos vários exemplos na Bíblia onde Deus escolhe a pessoa antes de ela nascer, ou quando ainda era bem jovem. José teve os sonhos quando ainda era moço; e foi reinar muitos anos mais tarde no Egito, junto com Faraó. Mais adiante em outros capítulos estudaremos os pormenores destes homens de Deus. Saul foi avaliado e reprovado por Deus naquele dia quando escolheu a Davi. Uma coisa é ser escolhido por Deus, outra bem diferente ganharmos uma avaliação como Davi alcançou. Saul desobedeceu e escolheu agir conforme ele cria ser aprovado. Davi agia conforme Deus aprovava. Todo ser humano é escolhido por Deus. Deus nos escolheu quando nos criou, depende, porém qual caminho que escolhemos para seguir; que vai indicar se fomos aprovados por Deus ou não. E isto não era meramente um mérito de Davi, mas sim, algo que Ele alcançou porque perseverou em andar nos caminhos de Deus. Ser chamado de príncipe sobre o povo de Deus é uma honra sem medida. Agora, responder a altura do chamado é uma coisa difícil e muito importante; praticamente impossível em nossos esforços. E qual é o segredo de corresponder ao chamado à altura do mesmo?
Tanto Saul quanto Davi foram:
Þ Escolhidos por Deus para ser rei sobre a nação de Israel.
Þ Ungidos pelo profeta Samuel que foi enviado por Deus para ungi-los.
Þ Os dois segundo a Bíblia profetizaram no meio dos profetas.

E qual é o segredo de corresponder ao chamado à altura do mesmo? Ser escolhido e ungido e estar no meio dos profetas de Deus são provisões divinas para nos fazer apto ao que necessitamos para servirmos a Ele; porém depende como nós correspondemos a isto. Amar a Deus, servir Ele de coração, buscar a vontade de Deus; e em tudo isto proceder nos conformes da Palavra e Vontade de nosso Deus. O coração de Deus é puro, é santo, Deus é amor e Ele deseja que seus filhos estejam em amor assim como Ele em amor está.  Se, você analisar o verso de 1 João 4:8,16 verás que Deus exige que seus filhos estejam em amor.  “8  Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. 16 E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele.”

Analise a Saul e a Davi, de acordo com suas ações; qual dos dois conhecia a Deus? = Obviamente o que agia em amor, e vemos que a conduta de Davi demonstra isto. Quando ele tinha oportunidade de se vingar de Saul e o matar conforme faziam os outros, ele disse que não iria tocar no ungido do Senhor. O amor de Deus produziu o temor a Deus e foi nesta reverência que Davi agiu em amor; assim como Deus age em amor, pois Ele é amor. No verso 16 da passagem citada diz: E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Como que um ser humano pode conhecer o amor que Deus nos tem? Tem dois versos na Bíblia que entre outros me chamam atenção; pois ambos falam algo que parece óbvio, e obviamente necessitava ser citado pelo fato que a grande maioria não se dá conta do mesmo.

A Paz do Senhor,
Que Deus lhe abençoe imensamente.
Autora do Capítulo Missionária Antonina Penner.
DISCIPULADO CONFORME O CORAÇÃO DE DEUS
Jr. 3:15 “E Dar-Vos-Ei Pastores Segundo O Meu Coração,
Os Quais Vos Apascentarão Com Ciência E Com Inteligência”
A. PENNER PUBLISHING
Copyright... 
DISCIPULADO CONFORME O CORAÇÃO DE DEUS

ISBN NUMBER:  978-0-9881063-2-1

novembro 09, 2017

31ª Lição Discipulado Conforme o Coração de Deus.







19º capítulo = SUBMISSÃO X OBEDIÊNCIA


Qual é a diferença entre submissão e obediência?
ü  Submissão é uma atitude interior;
ü  Obediência é uma ação exterior.
ü  Submissão é absoluta; obediência é relativa.
ü  Submissão é incondicional;
ü  Obediência é condicional.
Para servirmos a Deus devemos ser em primeiro lugar submisso e obediente ao nosso Deus no mesmo nível. Líderes aqui na terra se submetem geralmente; porém muitos têm uma atitude negativa contra seu superior ou são muito rebelde contra ele. Para poder servir a Deus Devemos ser submissos e obedientes aos nossos líderes aqui na terra. Isto me lembra de Miriã e Arão. Teve uma época onde os dois se indignaram com Moisés por causa da mulher dele. Creio que seja uma ótima oportunidade de meditarmos um pouco sobre submissão e obediência aqui, observando o que aconteceu na vida dos três irmãos. Moisés, Arão e Miriã os três eram usados em profecia por Deus, porém um deles era o líder constituído por Deus. Moisés se submetia a Deus e obedecia a Ele. Arão e Miriã também faziam isto, porém Deus havia colocado Moisés como autoridade espiritual sobre eles também.  Vamos analisar o que se passa em Números capítulo 12:
1  E FALARAM Miriã e Arão contra Moisés, por causa da mulher cusita, com quem casara; porquanto tinha casado com uma mulher cusita.
2  E disseram: Porventura falou o Senhor somente por Moisés? Não falou também por nós? E o Senhor o ouviu.
3  E era o homem Moisés mui manso, mais do que todos os homens que havia sobre a terra.
4  E logo o Senhor disse a Moisés, a Arão e a Miriã: Vós três saí à tenda da congregação. E saíram eles três.
5  Então o Senhor desceu na coluna de nuvem, e se pôs à porta da tenda; depois chamou a Arão e a Miriã e ambos saíram.
6  E disse: Ouvi agora as minhas palavras; se entre vós houver profeta, eu, o Senhor, em visão a ele me farei conhecer, ou em sonhos falarei com ele.
7  Não é assim com o meu servo Moisés que é fiel em toda a minha casa.
8  Boca a boca falo com ele, claramente e não por enigmas; pois ele vê a semelhança do Senhor; por que, pois, não tivestes temor de falar contra o meu servo, contra Moisés?
9  Assim a ira do Senhor contra eles se acendeu; e retirou-se.
10  E a nuvem se retirou de sobre a tenda; e eis que Miriã ficou leprosa como a neve; e olhou Arão para Miriã, e eis que estava leprosa.
11  Por isso Arão disse a Moisés: Ai, senhor meu, não ponhas sobre nós este pecado, pois agimos loucamente, e temos pecado.
12  Ora, não seja ela como um morto, que saindo do ventre de sua mãe, a metade da sua carne já esteja consumida.
13  Clamou, pois, Moisés ao Senhor, dizendo: Ó Deus, rogo-te que a cures.

Vamos estudar esta situação um pouco, tanto Miriã quanto Arão criam que tinham um motivo digno de se posicionar verbalmente e falar o que criam sobre o fato que Moisés havia casado com uma mulher que não era dos hebreus; ela era cusita. Lemos neste capítulo que eles falaram contra Moisés; veja os versos um e dois: “E FALARAM Miriã e Arão contra Moisés, por causa da mulher cusita, com quem casara; porquanto tinha casado com uma mulher cusita. E disseram: Porventura falou o Senhor somente por Moisés? Não falou também por nós? E o Senhor o ouviu.” E falaram contra Moissés = porcausa da mulher cusita com quem casara. 
Mas, o fato era que eles estavam rebeldes contra ele pelo fato que ele era líder sobre eles, e isto era a única coisa que acharam para falar contra ele. E disseram: Porventura falou o Senhor somente por Moisés? Não falou também por nós? E o Senhor o ouviu. Agora pensa bem, na realidade o que tem haver o fato que ele casou com a cusita e que Deus também falava através deles? Um assunto tinha nada haver com o outro na realidade. Mas, a atitude deles demonstra que eles não queriam mais se submeter ao líder e se indignaram a toa. E a passagem nos diz que o Senhor o ouviu. Deus vê tudo, Ele tem consciência de tudo, e Ele ouve tudo.
E a Palavra nos diz que Moisés era o homem mui manso, mais do que todos os homens que havia sobre a terra. Se ele era manso foi porque não era ele que iniciou a dissensão entre eles. Em seguida vemos que Deus após ouvir o que eles estavam falando vem e chama os três para uma reunião. E logo o Senhor disse a Moisés, a Arão e a Miriã: Vós três saí à tenda da congregação. E saíram eles três. Então o Senhor desceu na coluna de nuvem, e se pôs à porta da tenda; depois chamou a Arão e a Miriã e ambos saíram. E disse: Ouvi agora as minhas palavras; se entre vós houver profeta, eu, o Senhor, em visão a ele me farei conhecer, ou em sonhos falarei com ele. Não é assim com o meu servo Moisés que é fiel em toda a minha casa.  Boca a boca falo com ele, claramente e não por enigmas; pois ele vê a semelhança do Senhor; por que, pois, não tivestes temor de falar contra o meu servo, contra Moisés?
Deus não disse que Ele não falava com Arão e Miriã, de fato falava; mas, Ele esclareceu o fato que Moisés tinha um chamado mais elevado que os outros dois, e Deus impõe o respeito ali entre eles. Foi Deus que criou a hierarquia entre eles, e se Deus faz isto, devemos honrar e respeitar isto. Submissão a Deus e à pessoa que Deus coloca como líder. Obediência em primeiro lugar à Deus e para com a pessoa que Ele escolhe como líder aqui na terra. Não adianta obedecermos externamente quando estamos cheios de críticas internamente, cheio de ressentimentos e rebeldia. As duas coisas devem andar juntas: nós devemos ser submissos de coração e obedecer em amor, quando formos solicitados à ação. No que diz respeito à autoridade delegada, humana, nós não podemos obedecer cegamente a quem quer que seja. Não podemos obedecer a nossos líderes quando eles nos mandam fazer aquilo que viola a vontade de Deus; pois a autoridade de Deus é superior à autoridade de qualquer líder humano.
No entanto, nós podemos desobedecer e ao mesmo tempo permanecer submissos. Isto é, alguém pode desobedecer a uma autoridade terrena enquanto mantêm um espírito de humilde sujeição, respeito, e reverência, ao invés de expressar um espírito de rebelião, insulto e subversão. Tipo se a pessoa obedece as ordens do patrão, pelo fato que necessita do emprego, porém isto não significa que é submisso. Agora se submete pacificamente em respeito à pessoa que é o superior a ela, neste caso tem a reverência em questão e isto convida a obediência para ação.
Outro exemplo era a rebelião de Saul e sobre isto Deus afirma o seguinte: 1 Sm. 15:22-23 -  “Porém Samuel disse: Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do Senhor, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.” 
Nesta passagem vemos destacado o fato que uma coisa é rejeitar uma palavra de um ser humano; porém é bem diferente rejeitar a Palavra de nosso Deus. Vamos analisar um pouco o que Deus diz aqui ao rei Saul através do seu profeta Samuel. Vamos verificar quatro coisas que se destacam nestes dois versículos.
A primeira pergunta é: “Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do Senhor?” Saul é confrontado com a pergunta para ele analisar isto. Tem porventura..? Ele faz questão aqui de dizer que Deus na verdade não necessita do holocausto e do sacrifício. Primeira razão pelo fato que tudo aqui na terra é de Deus; é tudo criação Dele. A ênfase aqui é o fato de prioridades. A prioridade entre estas coisas mencionadas aqui é o fato que o requesito que é mais valorizado por Deus é o fato que o ser humano se submeta a Ele e a sua Palavra em obediência. Note aqui a submissão e obediência andam de mãos dados. Um não funciona sem o outro.
Deus dá a primeira observação: “Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.”  Deus precisava um rei que dirigisse o povo conforme a sua Palavra e que se submetesse a Deus e obedecesse Ele em tudo, para o bem de todos. Deus disse você era para me atender ao que eu te mandei, e não me trazer o que mandei se livrar e me sacrificar isto. Se, Deus quisesse isto, teria dito, traz todos os animais e sacrifique diante de mim. Mas, não fora esta a Palavra de Deus. Deus havia dado ordens restritas o que fazer e como. Saul desobedeceu e não se submeteu ao que Deus lhe havia ordenado a fazer. Deus esclarece para ele o fato: “Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria.” Deus diz a ele que a rebelião é como o pecado de feitiçaria, pelo fato que as duas ações rejeitam a Deus como Deus e é feito o que outro comanda, seja no fato nosso ego ou outro espírito. Isto indica claramente que obedecemos algo ou alguém mais do que a Deus. 
E em quarto lugar Deus lhe fala as consequências deste ato dele: “Porquanto tu rejeitaste a palavra do Senhor, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.”  Observe a consequência de nossos atos, em Gálatas lemos o fato que colhemos o que semeamos. Saul de fato colheu o que semeou, diz a Palavra aqui porquanto tu rejeitaste a Palavra de Deus, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei.  Deus tirou a liderança dele, se nós não sabemos como nos submeter a Deus e obedecer a Ele fielmente, não servimos para ser líderes em seu Reino. Vamos ler dois versos de Gálatas 6:7 e 8: “Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.  Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.”  Podemos notar duas coisas aqui, primeiro, ele nos chama a atenção ao fato que não devemos nos enganar, não erre em sua decisão e seus atos. Não existe como enganar a nosso Deus. Deus tudo vê, tudo sabe. Deus não aceita escarnecimento. Agora te pergunto: Você sabe o que vem a ser escarnecer?  Vamos ao dicionário?
Significado de Escarnecer v.t. Fazer escárnio de; censurar sem piedade, ridicularizar; zombar, mofar, fazer pouco de (alguém); escarnir.
Acredito que neste caso do verso em Gálatas significa que não podemos fazer pouco caso de Deus e daquilo que Deus diz, ou desrespeitar a sua Pessoa e sua Palavra. Deus não aceita isto, se Ele disse, é para ser respeitado e efetuado. É para este fim que Deus deu a Palavra inicialmente para ser efetuada conforme dito. Os nossos atos, gestos, pensamentos, ações ou palavras que irão escarnecer a sua Pessoa; irão voltar a nós como colheita. Pois tudo que fazemos à Deus, estamos plantando uma semente que irá produzir uma colheita; seja ela boa ou má. Deus é a Autoridade Máxima no Céu e na terra, pois todo o universo e todo cosmo e tudo foi feito por ele.  O escarnecimento é algo que Deus não aceita contra sua Pessoa. Deus não é um ser humano que possamos zombar e sair ileso disto.
Quando ele fala ou age por Deus, rebelar-se contra sua autoridade é rebelar-se contra Cristo. Rejeitar as palavras de um líder quando este expressa os pensamentos de Deus, é rejeitar a autoridade de Deus. Isto sim, é pecado de rebeldia.  O Líder deve liderar pelo exemplo (João 13.12-15; At 1.1). No caso Saul rejeitou tudo que o profeta Samuel havia lhe instruído, sendo usado por Deus. De igual forma obedecemos a Pessoa que o nosso Senhor e Salvador usa. Antes de ensinar ou de fazer qualquer coisa, Jesus primeiramente mostrava o que e como fazer. Ele primeiro estabeleceu o exemplo; depois sob as suas vistas, ensinou como os discípulos poderiam praticar. Como líderes, somos chamados primeiramente para estabelecer o exemplo. Todo ensinamento deve ser fruto do que temos vivido, e não do que pretendemos viver. Ele ministrava, agia e liderava os doze discípulos, dos quais constituiu apóstolos, os quais fundaram a Igreja; através do agir de Deus neles.

O líder dever ter aprovação divina diante dos homens (Atos 2.22). Jesus foi aprovado por Deus diante dos homens. Isto significa que Deus agiu através Dele confirmando Seu chamado e unção. A unção de Deus sobre nossas vidas deve ser visível diante dos homens, através de palavras e de obras de amor, misericórdia, ajuda, cura, libertação, conselho, etc.



A Paz do Senhor,
Que Deus lhe abençoe imensamente.
Autora do Capítulo Missionária Antonina Penner.
DISCIPULADO CONFORME O CORAÇÃO DE DEUS
Jr. 3:15 “E Dar-Vos-Ei Pastores Segundo O Meu Coração, 
Os Quais Vos Apascentarão Com Ciência E Com Inteligência”
A. PENNER PUBLISHING
Copyright...  
DISCIPULADO CONFORME O CORAÇÃO DE DEUS
ISBN NUMBER:  978-0-9881063-2-1


GOD LOVES YOU - BY REV. BILLY GRAHAM